sábado, 16 de agosto de 2014

Tagima Stratocaster 635 - Made in Brazil - 2002

#017


Continuando nossa sequência, para o exemplar de número 17, apresento essa Tagima Stratocaster do início dos anos 2000 (2002 mais especificadamente). É um instrumento de custo médio, geralmente as Tagimas do início dos anos 2000 são vendidas na casa dos R$ 900/1000,00 Reais (entre outros absurdos que tenho visto por aí, são anunciadas na casa dos R$ 1300/1500 Reais) e acredito que não deva passar disso, R$ 900,00 seria o valor justo a ser pago por esse modelo em bom estado de conservação.

Especificações:

Nome: Tagima

Modelo: Stratocaster
Série: 635
Madeira do corpo: Marupá
Madeira do braço: Marfim
Escala: Marfim - Escaloupada de fábrica
Corpo - Shape: Stratocaster
Número de casas: 22
Headstock: Big Head
Neck Plate: Standard 4 furos
Configuração dos captadores: S/S/S 
Captadores: Original em Cerâmico - Customizada com captadores Dimarzio HS-3
Chave seletora: 5 posições
Controle: 1 Volume - 2 Tone
Cores: Amarela / Creme / Vintage White
Ponte: Vintage Style - 6 parafusos
Tarrachas: Originais
Escudo e Knobs: Escudo branco com Knobs brancos
Fabricação: Made in Brazil
Ano: 2002
Fabricante: Tagima
Período de Fabricação: 2000 / 2004


Avaliação do Blog:


Braço: B+

Corpo: B+
Headstock: A-
Tocabilidade: B+
Hardware: C+
Captadores: C+
Construção: B+
Timbre: B+
Acabamento: A-
Madeiras: B-
Histórico: B+


Avaliação de Mercado:


Geralmente anunciado: R$ 1500,00

Valor justo: R$ 900,00
Barbada: R$ 600,00



















22 comentários:

  1. Já viu uma dessas com headstock invertido? Tem informações sobre o ano e qualidade? Sei que essa não tem aquele "chanfrado" atrás do corpo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Diego, sim já vi Tagima desse período com headstock invertido. As primeiras Stratos Signature do Edu Ardanuy eram exatamente assim, um amigo meu tem até hoje essa guitarra. A qualidade delas é praticamente a mesma, datam de no máximo 2003.. 2004.. á partir daí já saíram com o headstock diferente em razão do enlace judicial com a Fender.

      Excluir
    2. Tenho duas de headstock invertido, uma escala clara e uma de escura.

      Excluir
  2. Não sei se é o caso desta guitarra em si, mas no início dos anos 2000 o Malmsteen fez alguns shows aqui no Brasil. Neste período a Tagima fabricou algumas poucas unidades (não sei quantas) de um modelo de strato desta cor e escala escalopada. Aqui em Curitiba uma loja trouxe duas inidades apenas, uma com headstock normal, e outra com headstock invertido. Eu comprei a com headstock normal. Ambas tinham marcação em abalone, igual ao modelo do Edu, da época. O nut da guitarra era em latão.
    O timbre e tocabilidade da guitarra não agradavam muito, acredito a fabrica da Tagima pegou as stratos de linha mesmo e customizaram na pintura e escala, mas a pegada era aquela coisa de guitarra barata. De qualquer forma era uma guitarra muito bonita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Outro detalhe, o motivo pelo qual a Tagima fabricou unidades com headstock ivertido foi porque o Malmsteen usou nestes shows no Brazil, em algumas musicas, uma strato com headstock invertido.

      Excluir
    2. Então amigo, o caso dessa guitarra não é tão diferente, mas essa em especial foi encomendada por um amigo diretamente da fábrica da Tagima, inspirada na Fender do Yngwie Malmsteen, foi solicitada que a escala fosse escaloupada e que o corpo viesse pintado exatamente na mesma cor da Stratocaster do Malmsteen, posteriormente foi adicionado os captadores da Dimarzio HS-3 na posição da ponte e do braço. Abraços!

      Excluir
  3. Custei mais achei informação sobre minha guitarra rsrs, então muito bom o blog, a minha e na cor vermelha sou o 3º dono e a pintura e claramente de fabrica, o braço dela e todo envernizado tbm aparentemente de fabrica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por entrar aqui e comentar amigo, espero que cuide bem de sua guitarra. Abraços

      Excluir
  4. Parabéns pelo blog. A minha é uma 635 com headstock igual ao seu, mas tem a bandeira do brasil no headstock, Sabe me informar o ano aproximado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo, com a bandeira do Brasil é praticamente do mesmo período, mas acho que um pouquinho depois dessa minha.. posterior, mas para confirmar verifique o carimbo com a data que provavelmente esteja lá essas informações, basta desaparafusar os quatro parafusos da junção do braço com o corpo e ver na cavidade, geralmente vinha assinada e com o ano! Abraços

      Excluir
  5. A minha é exatamente igual à essa, mas não é escalopada, mas o resto é identico, com assinatura também !!!

    ResponderExcluir
  6. Olá todos, tenho uma com headstock invertido, na cor verde, acho que se chama surf green.. ela é fantástica, toda original, tem um timbre muito bacana e a tocabilidade é excelente... Eu consigo enviar fotos aqui?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nesse link dá pra ver um pouco dela.. https://youtu.be/5kEJc-cgXDM

      Excluir
  7. Boa noite !vc saberia me dizer as medidas dessa ponte,a minha e igualsinha quero trocar a ponte

    ResponderExcluir
  8. Boa noite !vc saberia me dizer as medidas dessa ponte,a minha e igualsinha quero trocar a ponte

    ResponderExcluir
  9. Boa noite !vc saberia me dizer as medidas dessa ponte,a minha e igualsinha quero trocar a ponte

    ResponderExcluir
  10. olha, com todo respeito, eu nao concordei com algumas coisas que vc disse sobre a guitarra. a T635 e uma guitarra otima, e me agrada em todo os aspectos. Tenho uma T635 ja faz 3 anos, alterei algumas coisas nelas como, captacao, e a ponte e ela esta perfeita, e com certeza a t635 bem conservada, o vendedor pode sim pedir mais que 1500,00 reais. Se eu fosse vender minha guitarra, do jeito que eu deixei e conservada, eu venderia por 2500,00 sem medo.

    ResponderExcluir
  11. a tagima pecou e feio nesse modelo novo headstock horrivel tive uma com bigheadstock so Deus sabe o quanto to arrependido de ter vendido a minha

    ResponderExcluir
  12. Qual e o espaçamento entre cordas? 10,5mm ou 11,3mm.

    ResponderExcluir
  13. Tenho uma tagima classic, da época que a tagima não era feita no Brasil,quando testei ela na loja, não acreditei na sonoridade que ouvia mesmo com capitadores comuns, já tive quatro fender's, inclusive uma Americam Deluxe 60 anos comemorativa, mas não desfaço da tagima, coloquei stacks e tarracha com trava

    ResponderExcluir
  14. Qual e o espaçamento entre cordas na ponte? 10,5mm ou 11,3mm.

    ResponderExcluir
  15. Essa guitarra pode sim ser vendida a 1500 eh uma ótima guitarra.. E com bons captadores da banho em muitas fender aí . Vc quer vender essa aí no mesmo valor que as tagimas de hj em dia que são uma porcaria e custam 900 reais?
    Essas aí são da época boa da Tagima,os instrumentos eram bem mais celecionados e não eram feitos em grande escala como eh hj.. o instrumento tinha uma atenção bem maior e as peças eram bem melhores.

    ResponderExcluir