quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Um pouco de história: Fender Stratocaster Jeff Beck Signature






Olá amigos, venho a publicar na coluna "Um pouco de história" algumas características, peculiaridades e curiosidades sobre as Fender "Jeff Beck", popularmente conhecidas mundialmente pelo reconhecimento de um dos maiores guitarristas de todos os tempos, e claro, a Fender não deixaria passar. Para o mês de novembro, abordaremos então um pouco sobre a história das Fender Stratocaster Signature Jeff Beck. Primeiro ano de fabricação da Signature Jeff Beck: 1991. Popularmente, o instrumento tem o famoso braço "taco de beisebol", por ser o mais encorpado feito pela Fender até hoje, inclusive sendo mais encorpado que as demais Jeff Beck sucessoras, também mais encorpado que a Tele Nocaster 51 e a Stratocaster Custom Shop NoNeck. As sucessoras de meados dos anos 90 também saíram com o braço encorpado, porém mais fino que as primeiras de 1991.


Atualmente o setor Masterbuilt da Fender fabrica um modelo reedição baseada nesse primeiro modelo de 1991. E é vendida por U$6300. Poucas pessoas sabem realmente da história desse modelo, que foi uma das primeiras Signatures fabricadas pela Fender. Na época elas eram fabricada pelos grandes luthiers da Fender que hoje fazem parte do setor Masterbuilt da empresa (Fender Custom Shop), como por exemplo, John Cruz e Tood Krause. Em 1995, com o surgimento do setor Custom Shop (o que de melhor existe na Fender é encontrado lá, tanto em termos de mão de obra humana, como em termos de seleção de madeira, construção e hardware), os principais nomes foram transferidos e não mais atuaram na fabricação deste modelo. A Fender Signature Jeff Beck é comercializada até hoje como um dos principais instrumentos produzidos pela linha Signature, as primeiras unidades construídas em 1991 são consideradas altamente colecionáveis, assim como as primeiras Eric Clapton, que existem desde 1989.





A Fender parou de usar esse nut em 1992, que é de fabricação da Wilkinson, pra usar o LSR (menor), assim como em 1999 a Fender parou de usar os captadores Lace Sensor (da fábrica LACE) e passou a desenvolver os seus próprios captadores sem ruído. Reparem na ausência de String Tree.



Jeff Beck Signature 1993 com captadores Lace Sensor



Sobre a ordem de produção dos captadores da linha sem ruídos, primeiro a Fender desenvolveu os Vintage Noiseless, depois o Hot Noiseless (com ímã cerâmico), posteriormente veio o SCN (Samarium Cobalt Noiseles) e depois o N3, que é a terceira versão melhorada do modelo Vintage Noiseless. 














As Stratocasters Fender Jeff Beck Signature de 2000 pra cá vêm equipadas com os Hot Noiseless instalados de fábrica, as Eric Clapton Signature vem com o set de Vintage Noiseless.








A Fender Stratocaster Plus, lançada em 1987 é a guitarra que originou a Stratocaster Signature Jeff Beck. Por isso, muitas pessoas ainda confundem o modelo Signature Jeff Beck com a linha Stratocaster Plus.

As três diferenças são :

1) A Jeff Beck tinha braço grosso "mais encorpado", enquanto a Plus era Modern C;

2) A Jeff Beck vinha com dois Lace Sensor com opção de ligar em série formando um "quadbucker" (cada lace já tem duas bobinas) tendo assim mais saída e som mais gordo;

3) A Plus vinha com case de fibra ABS no formato da guitarra com a logo PLUS na tag, e a Jeff Beck com case de madeira quadrado com revestimento Tweed e interior em plush laranja;





Equipando as Fender Stratocaster Plus, na versão normal com três Lace Sensor Gold, e a Fender Stratocaster Deluxe Plus, com o modelo do Lace Sensor Red na ponte, Silver no meio e Blue no braço, que são modelos de saída mais alta e som mais encorpado e menos brilhante, e vinha com escudo perolado. E também teve a Fender Stratocaster Ultra, que era um modelo acima destas.


A logo era "transition" até 1994, a partir de 1995 passou a ser a Spaguetti do começo dos anos 50. Até 1994 vinha com tarrachas Sperzel, de 1995 para frente passou a vir com Schaller/Fender.



Tarrachas Sperzel




Por volta de 1992 saiu de linha esse modelo de rollernut. Dentro desse roller nut ainda existem duas variações, até 1989 era aquele com inclinação na E A e D, e tem o inteiro alto de 1990 até parar de ser usado.



Encontrei no Google essa imagem ilustrativa da diferença da alavanca (tremulo) do modelo Jeff Beck para um modelo Reissue, fica evidente a curvatura acentuada no modelo Signature, mantendo as características fiéis do modelo utilizado por Jeff Beck, segundo pude averiguar.




8 comentários:

  1. Muito bom seu texto sobre essas guitarras ligadas ao grande Beck. uma das coisas que nunca consegui para experimentar foi esse nut antecessor ao LSR, tenho muita curiosidade, pois até hoje são os que vejo nas guitarras usadas pelo J.B. Parabéns e um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por curtir nosso blog Alex, seja sempre bem vindo! Abração!

      Excluir
  2. Muito bom o post... Foi bom saber mais sobre essa guitarra incrível.
    tenho uma Jeff Beck com o trio HSS Lace Sensor. Mas pelo carimbo atrás do braço e pelo serial ela é de 2000, o que contraria a informação de que a fender parou de usas os lace em 1999... gostaria de saber mais sobre isso.
    Abrasss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eliabe, obrigado por entrar em contato. Pois é, nem sempre essas datas batem, mas o que acontece é que a Fender parou de usar os Lace Sensor em 1999 e provavelmente a sua guitarra tenha sido construída e montada no final de 1999 e pertencente aos lotes do início dos anos 2000, quando recebeu o número de serial. Nem sempre o serial se refere ao período quando o instrumento foi construído, mas sim ao ano do lote pertencente em que saiu da fábrica, por isso pode haver em alguns poucos casos essa variação de um ano para outro, guitarras que foram construídas e montadas no final de um ano e pertenceram a um lote de instrumentos que saíram da fábrica no início do outro ano. Outra coisa que acontece é com os carimbos de verificação nas cavidades do corpo e no tróculo do instrumento, podendo conter o mês e o ano. Não significa que o corpo ou o braço tenha sido construído exatamente naquele mês, mas sim o período que a unidade passou pela vistoria do controle de qualidade e recebeu o carimbo e as devidas marcas e assinaturas que asseguram não só a autenticidade da peça, mas a qualidade atestada da mesma.

      Excluir
  3. Ola amigo parabens pelo blog,gostaria de saber se essa alavanca que o jeff usa é menor que a original da strato (ouvi dizer que sim) e fica mais proxima da mao direita,estou ã procura desse modelo,vc saberia dizer algo a respeito? obrigado!

    ResponderExcluir
  4. Tenho uma Jeff Beck branco velho 1993 modificada com captadores EMG DG20, excelente guitarra!

    ResponderExcluir
  5. amigo comprei uma JB 2005 gostaria de saber se o Braço é muito Grosso...se for grosso vou cancelar a compra,me responda por favor

    ResponderExcluir
  6. é recomendavel colocar um set captador Lollar Blonde numa j.Becker?

    ResponderExcluir