segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Vintage V6M Reissued Series - Made in China


Com vocês, o enigmático Erich Von Farah:

Marca: Vintage
Modelo: Stratocaster
Série: V6M Reissued
Braço: Maple
Corpo: Alder
Ponte: Wilkinson Big Block
Captadores: Wilkinson (Alnico)
Cor: A marca define como "Fireza Red" (Fiesta Red)
Tarraxas: Wilkinson
Fabricação: Made in China
Ano: Fabricação Pós 2010'

Hoje venho apresentar à vocês uma Strato com timbre de Strato!

Senhoras e senhores, lhes apresento:




Vintage V6M Reissued

Não é a toa que a marca Vintage fez um baita sucesso no Brasil, Trev Wilkinson conseguiu desenvolver instrumentos de qualidade por um preço justo! Esse é o terceiro instrumento da marca que já passou pelas minhas mãos, e todos me surpreenderam positivamente.

Som

Strato tem que ter som de strato, e essa cumpre seu papel de forma magnífica! Ja toquei em diversas stratos que soavam "mornas", e isso é bem frustrante para um modelo que possui um timbre tão marcante.




Os captadores em alnico cumprem bem o seu papel, mantendo toda a dinâmica e pegada da guitarra. Sendo limpo e cristalino nos cleans, e rasgado e cheio de ataque com overdrives. O captador do meio é ligado em polaridade reversa, cortando o "hum" nas posições 2 e 4.

Os knobs de tone também apresentam uma boa sensibilidade, permitindo novas sonoridades e ampliando ainda mais a versatilidade da guitarra.




Os captadores apresentam um bom desempenho e sua troca só seria necessária para guitarristas que procuram sonoridades mais específicas (humbucker, single stack, etc).

Designed

A Vintage busca manter o visual clássico de seus instrumentos. Cores tradicionais que remetem à essência vintage.






A marca possui também modelos com "relic" de fábrica, dando um ar envelhecido muito interessante para aqueles que buscam "reviver o passado". O único diferencial fica por conta do headstock, onde a marca preferiu desenvolver um modelo exclusivo.

Hardware




Todas as ferragens são Wilkinson! Tarraxas vintage ez lock que garantem maior estabilidade na afinação, além da ponte com big block, aumentando a sustentabilidade das notas. Os modelos "relic" apresentam desgaste e ferrugem de fábrica.





Madeiras 

Alder no corpo e maple no braço... matéria prima tradicional para um modelo tradicional, hehe. Vale ressaltar que a linha Reissued é toda em American Alder, sendo que a linha Icon apresenta Poplar no corpo dos instrumentos. Muitas pessoas desconhecem essa informação e acabando desvalorizando (as Reissued) ou super faturando (as Icon) na hora da venda/compra. Essa diferença de madeiras não significa que as Icon sejam inferiores, ambos modelos apresentam bom desempenho, porém com características diferentes.






Conclusão 

Um instrumento de custo x benefício inigualável. Mais barata que a maioria das concorrentes, porém com características bem superiores. Facilmente comparada às Fender's Mexicanas e séries especiais da Squier (Classic Vibe, Vintage Modified, etc..) Hardware e captadores que não exigem substituições, além de madeiras e construção de qualidade. Talvez o único ponto negativo seja o headstock, que foge do clássico "padrão Fender" e pode não agradar à todos.


Erich Von Farah

2 comentários:

  1. Vale os R$ 2000 que estão pedindo nela?Até que preço valeria a pena pegar uma usada?Obrigado !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não pagaria tudo isso nela. O valor final dessa guitarra vai depender do estado de conservação e se possui algum upgrade no hardware, mas independente de qualquer coisa, eu jamais pagaria R$2000 por esse instrumento.

      Excluir