terça-feira, 8 de abril de 2014

Golden Stratocaster - 90'

#005


Nome: Golden
Modelo: Stratocaster
Série: Special Guitar & Basses
Madeira do corpo: ?
Madeira do braço: Maple oriental
Escala: Rosewood
Corpo - Shape: Stratocaster
Número de casas: 21
Headstock: Small Headstock
Neck Plate: Standard 4 furos
Configuração dos captadores: S/S/S
Captadores: Alnico
Chave seletora: 5 posições
Controle: 1 Volume - 2 Tone
Cores: Azul metálico
Ponte: Vintage Style - 6 parafusos
Tarrachas: Originais
Escudo e Knobs: Escudo amarelado com Knobs aged white
Fabricação: Made in ?
Ano: 199?
Fabricante: Golden
Período de Fabricação: 1990 / 1999

Avaliação do Blog:


Braço: B+

Corpo: B+
Headstock: A-
Tocabilidade: B+
Hardware: D-
Captadores: B-
Construção: A+
Timbre:
Acabamento: A-
Madeiras: 
Histórico: A+

Avaliação de Mercado:


Geralmente anunciado: R$ 400,00

Valor justo: R$ 300,00.
Barbada: R$ 200,00





Na foto é possível ver o formato do headstock que segue os padrões utilizados nas Fender Stratocaster pré CBS, no estilo "Small headstock", possui bom recorte (a Golden tinha um ótimo gabarito e era possível fazer uma réplica perfeita, motivo pelo qual a Fender veio a processar a empresa) e ótimo acabamento final em verniz PU, recebendo o conceito final de A- (Ótimo). 


As madeiras utilizadas no corpo desse instrumento são uma incógnita para mim, nunca encontrei outra guitarra igual a essa a venda e também não existem referências na internet sobre essa Golden (se alguém souber de alguma informação, por favor me avise). Eu achava que era um bom e velho instrumento brasileiro produzido nos anos 90, e muito provável que ela fosse feita em Cedro ou Marupá, consideradas como referências no Brasil devido ao baixo valo e por ser encontrada em abundância no território nacional, mas como o braço é de Maple oriental, não pode ser brasileira. O corpo é uma junção de três peças, sem necessidade de receber aquela lâmina para disfarçar imperfeições ou os indesejáveis vários blocos colados de madeira. O braço em Maple oriental (madeira lindíssima e cuidadosamente selecionada) recebe o complemento da escala em Rosewood, assim como da espécie Jacarandá, recebe com destaque os graves. Conceito final das madeiras B+ (Muito Bom)


O shape do corpo mantém as características tradicionais de uma Stratocaster mantendo um bom padrão em relação ao design e aparência. Aparentemente, é possível identificar três peças (blocos) coladas. Conceito final do corpo: B+ (Muito bom)


O braço é confortável e bem construído, deixando a guitarra com ótima pegada e desempenho satisfatório. A escala em Rosewood/Jacarandá reforça os graves, deixando o timbre mais encorpado e gordo facilitando o sustain. Conceito final do braço: B+ (Muito bom). Uma guitarra com boas referências e características positivas, só deixa mais prazeroso o manejo e a execução dela, sendo ressaltada a boa tocabilidade. Conceito final de tocabilidade: B+ (Muito bom).


Os captadores em alnico proporcionam melhor definição e equilíbrio na estrutura harmônica e timbrística do instrumento, ainda que necessitam reforço ou booster para ressaltar o ganho, se usado com drive. Apresenta melhor definição quando usado no clean (amp, chorus ou drive com pouco gain) com destaque nos graves quando acionado o captador do braço. Conceito final dos captadores: B- (Muito bom)


Em relação ao acabamento final, o instrumento tem excelente pintura, particularmente nunca fui fã da cor azul em meus instrumentos, mas gostaria de destacar esse azul metálico (não ficou bom nas fotos porque não mostra a real beleza da tonalidade azul cerúleo) a guitarra é muito bonita, o verniz em PU deixa com ótimo visual e aparência satisfatória, nada que se possa reclamar. O headstock também recebe atenção especial e é pintado na mesma cor, contracenando com o logotipo dourado com o escrito "Guitars and Basses'. Conceito final do acabamento: A- (Ótimo).


Se os captadores parecem priorizar qualidade e satisfação timbrística, o mesmo não se pode afirmar do restante do hardware. As tarraxas são muito simples, mantendo aquele padrão básico das guitarras brasileiras de baixa custos, infelizmente não mantém a afinação durante execução de um solo ou até mesmo durante uma música com simples acordes. Usar a alavanca está fora de cogitação, além de desafinar totalmente a guitarra, a ponte parece frágil e não volta corretamente ao seu ponto se origem (o chamado ponto zero de referência da estabilidade), a ponte definitivamente não apesenta estabilidade. Conceito do hardware: D- (Regular).


Sobre a construção desse instrumento, não há o que se possa reclamar, contrariando a lógica dos instrumentos brasileiros dos anos 90' (existem péssimos instrumentos feitos pela Golden no Brasil, que certamente não é o caso desse exemplar, onde preciso de mais informações para identificar o local e o país correto de fabricação) as partes tem bom encaixe no tróculo tornando simples a montagem. Conceito da construção: A+ (Excelente).


Conforme já escrito anteriormente, o headstock recebeu atenção especial sendo pintado na mesma cor do corpo do instrumento (Azul cerúleo metálico), contracenando com o logotipo dourado com o escrito "Guitars and Basses'. Conceito final do headstock: A- (Ótimo).


Outra imagem (sem flash) com menos brilho para tenta obter melhor definição de imagem.



Sobre o histórico passado da guitarra, infelizmente não tenho nenhuma referência dessa série produzida pela Golden nos anos 90', conforme disse antes, nunca tinha visto a venda e jamais encontrei outra parecida pela internet, mas a busca continua. Muitas pessoas costumam associar as Golden como instrumentos ruins, mal acabados e mal construídos, não se enganem amigos, ela é boa e tem construção acima da média da maioria dos padrões (ou falta de padrões) das guitarras produzidas no Brasil, especialmente pela Golden. A guitarra tem ótimo custo X benefício, infelizmente, mais um exemplo de instrumento subvalorizado em nosso país, embora eu tenha a certeza de que poucas pessoas tiveram a oportunidade de tocar ou testar uma igual. Pela raridade do exemplar adquirido recentemente, ganha conceito final do histórico um majestoso A- (Ótimo).


William de Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário