sexta-feira, 11 de abril de 2014

Sx Stratocaster - Made in China

#007


Nome: SX
Modelo: Stratocaster
Série: FST 62 Traditional Series - Custom HM
Madeira do corpo: Alder
Madeira do braço: Maple Oriental
Escala: Rosewood
Corpo - Shape: Stratocaster
Número de casas: 21
Headstock: Small Headstock
Neck Plate: Standard 4 furos
Configuração dos captadores: S/S/S
Captadores: Ceramico
Chave seletora: 5 posições
Controle: 1 Volume - 2 Tone
Cores: Vintage White 
Ponte: Vintage Style - 6 parafusos
Tarrachas: Originais
Escudo e Knobs: Escudo Mint Green com knobs Aged White
Fabricação: Made in China
Ano: 200? Início dos anos 2000
Fabricante: Sx 
Importadora: Habro
Período de Fabricação: 2000 / 2003

Avaliação do Blog:


Braço: A-

Corpo: B+
Headstock: A-
Tocabilidade: A-
Hardware: B+
Captadores: B-
Construção: A+
Timbre: B+
Acabamento: B+
Madeiras: A-
Histórico: C-

Avaliação de Mercado:


Geralmente anunciado: R$ 1200,00

Valor justo: R$ 800,00 / R$ 700,00.
Barbada: R$ 400,00.




Nessa imagem é possível ver o formato do headstock que segue os padrões utilizados na Fender Stratocaster 62' (com exceção do ajuste do tensor no head), no melhor estilo "Small head", possui bom recorte e ótimo acabamento final em verniz PU, recebendo o conceito final de A- (Ótimo). 


Os captadores em ceramico dessa guitarra não são ruins e proporcionam alguma definição e equilíbrio na estrutura harmônica e timbrística do instrumento, ainda que careçam de melhores medios e necessitam reforço ou booster para ressaltar o ganho, se usado com drive. O ponto alto parece quando usado no clean, com destaque nos agudos quando acionado o captador da ponte. Conceito final dos captadores: B- (Muito bom)


O shape do corpo não é exatamente igual ao Shape padrão da Fender, existem algumas diferenças se comparadas as medidas lado a lado, mas não são tão significantes. Aparentemente, é possível identificar três peças em Alder coladas. Conceito final do corpo: B+ (Muito bom)



O braço é confortável e muito bem construído, tornando a guitarra com ótima pegada e fácil desempenho. A escala em Rosewood reforça os graves, deixando o timbre mais encorpado e gordo facilitando o sustain. Conceito final do braço: A- (Ótimo). Uma guitarra com todas essas características, só poderia tornar mais prazeroso o manejo e a execução dela, sendo ressaltada a excelência quanto a tocabilidade. Conceito final de tocabilidade: A- (Ótimo).


Sobre a construção desse instrumento, não há o que se possa reclamar, contrariando a lógica dos instrumentos chineses (sim, existem bons instrumentos feitos na China) as partes tem bom encaixe no tróculo e as peças se encaixam com maestria tornando fácil a montagem. Conceito da construção: A+ (Excelente).


As madeiras utilizadas no instrumento são consideradas como referências no mundo das guitarras stratocaster. O corpo é em Alder oriental de três peças, sem necessidade de receber aquela lâmina para disfarçar imperfeições ou os indesejáveis vários blocos colados de madeira. O braço em maple oriental recebe o complemento da escala em Rosewood, com destaque nos graves. Só não dei A+ porque não é Alder canadense, considerado atualmente como o melhor do mundo. Conceito final das madeiras A- (Ótimo)


Em relação ao acabamento final, o instrumento tem boa pintura tornando a guitarra bonita, o verniz em PU deixa com ótimo visual e aparência satisfatória, nada que se possa reclamar. Conceito final do acabamento: B+ (Muito bom).


É possível perceber o detalhe semelhante das tarraxas, outro critério adotado para comparação com as Fender pré CBS, adotando característica vintage e dando personalidade ao instrumento. Conceito hardware: B+ (Muito Bom)


Sobre o histórico passado da guitarra, muitas pessoas se confundem na internet e chegam a associar essa guitarra erroneamente a uma provável "nacionalidade tupiniquim", mas é sabido que de brasileira ela não tem nada. Não se enganem amigos, ela é de origem e construção Chinesa e importada para o Brasil e para outras partes do mundo pela Habro. Pelo papelão da Habro em tentar persuadir os brasileiros pela internet contando historinha para boi dormir (SX como "Super Shelter"), pois sabemos que Shelter e SX são marcas distintas e separadas (é possível ler sobre o passado da empresa no site da SX), ganha conceito final do histórico um simples C- (Satisfatório).


William de Oliveira

13 comentários:

  1. Amigo, Vc esta vendendo essa Strato Sx?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não amigo, em nenhum lugar diz que ela está a venda. Abraços.

      Excluir
  2. Primeiramente, parabéns pelo blog! Eu tenho uma dessas, só que no headstock está Shelter Tradicional Series Custom Hand Made em dourado. É exatamente a mesma guitarra, só muda essa inscrição. Pelo que li, as primeiras importações vieram como Shelter e logo depois mudaram para SX. É isso mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo, obrigado por entrar em contato e acessar nosso espaço do blog. Essa história de quem veio primeiro a Shelter ou a SX é quase que perguntar quem veio antes, o ovo ou a galinha. Não tem grande importância, pois são instrumentos que se equivalem e em cada lugar da internet se consegue uma informação diferente da outra, algum dia ainda faço um post sobre as duas. É isso, abração!

      Excluir
  3. Amigo, estou negociando no ML uma SX Sst62 traditional series muito similar a essa do post, no entanto em seu headstock "fender" vejo uma pequena bandeira do brasil colado. O que você sabê sobre esse adesivo? Pode ser uma Sx "made in brazil"?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luís, obrigado por entrar em contato. Eu precisaria ver o modelo para poder opinar, por gentileza me envie fotos para lwnk@bol.com.br

      Excluir
  4. Tenho uma Sx vintage,pense no timbre ótimo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal amigo, se quiser compartilhar com o blog, basta entrar em contato!

      Excluir
  5. Olá, gostaria de saber se com o número serial de uma sx, posso saber a procedência, tipos de madeira usadas etc. Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que sim, você já verificou no site deles?

      Excluir
    2. Olá, não me respondem os emails.

      Excluir
  6. Tenho uma sx sst57 e não tem nada a ver com shelter...são duas guitarras totalmente diferentes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Totalmente diferentes não são, mas isso vai depender da Shelter na qual você está pensando.

      Excluir